segunda-feira, 7 de novembro de 2011

ENTREVISTA COM ALUNO DA EJA (EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS)



Com quantos anos você parou de estudar?
Resposta. Parei com 11 anos.
Quais foram os motivos que fizeram você desistir de estudar?
Resposta. Bom, um dos principais motivos foi o fato de minha mãe ter morrido e eu tive que trabalhar para ajuda os meus irmãos.
Quais foram às consequências?
Resposta. A consequência foi que fiquei todos esses anos sem saber ler e escrever, e hoje tenho muita dificuldade para aprender, estou quebrando a cabeça, também trabalho e acabo parando, fiquei muito tempo sem sair da 5° série.
O que motivou você a voltar estudar?
Resposta. Um dos motivos foi à dificuldade para conseguir um emprego, e quando conseguia não sabia preencher uma ficha e ficava com vergonha de pedir pra alguém.
O que está achando agora que voltou?
Resposta. Hoje é bem melhor, mesmo com toda dificuldade, pois trabalho e sempre chego tarde à escola.
O método de ensino tem correspondido as suas expectativas?
Resposta. Sim, ela ensina bastante leitura e tem se empenhado para todos aprenderem.
Você teve incentivo da família para voltar a estudar?
Resposta. Tive incentivo dos meus filhos , menos do meu marido.
O que eles estão achando de tudo isso?
Resposta. Estão felizes e dão a maior força, falam pra eu seguir em frente.
Agora que voltou quais ósseos sonhos, até onde pretende chegar?
Resposta. O meu maior sonho é poder fazer uma faculdade, mas no momento o que sei está sendo suficiente até mesmo para o meu trabalho na igreja, pretendo fazer enfermagem.


 Comentário

Nessa entrevista, podemos conhecer um pouco da realidade do aluno da eja (educação de jovens e adultos) e suas dificuldades, pois estão lutando para superar suas condições precárias de vida, conseguir um trabalho melhor, para melhorar sua renda e realizar sonhos que ficaram para trás, poder não só ter um diploma mais também adquirir conhecimento para poder lutar pelos seus direitos.


 Postado por: Eliete






                                  


Nenhum comentário:

Postar um comentário